Histórico

histórico da Sharewater
Primeiros meses de 2005

 Um grupo de estudantes da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (USP) trabalhava no Programa de Uso Racional de Água da USP (PURA-USP) e, a partir da enorme economia que o programa proporcionou à universidade, percebeu que muitas das soluções desenvolvidas eram aplicáveis ao mercado em geral. Aliando-se esta percepção à experiência empreendedora de outros amigos da mesma escola surgiu a ideia e o embrião da Sharewater.

Novembro de 2005

O grupo participa do “Ser Empreendedor”, evento promovido pela Empresa Júnior da Escola Politécnica (Poli Júnior) com o objetivo de disseminar a cultura empreendedora. A futura empresa é batizada e o plano de negócios apresentado é premiado com uma inscrição no processo seletivo do CIETEC (Centro de Inovação, Empreendedorismo e Tecnologia), maior centro incubador de empresas de base tecnológica da América Latina.

Início de 2006

O plano de negócios apresentado ao CIETEC é aprovado e a Sharewater inicia o seu período de pré-incubação.

Maio de 2006

No dia 08 de maio de 2006 a Sharewater é oficialmente fundada.

Setembro de 2006

Inicia no CIETEC o seu período de incubação.

Final de 2006

Realiza o seu primeiro projeto de sistema de aproveitamento de água de chuva e de lençol freático para o Núcleo Parque Tecnológico de São Paulo, situado no IPEN.

2006-2007

Participa da comissão que desenvolveu a norma ABNT NBR 15.527 – Requisitos para aproveitamento de água de chuva em áreas urbanas, publicada em setembro de 2007.

2007

Realiza para a sede administrativa da Du Pont o seu primeiro diagnóstico dos usos da água.

Desenvolve seu primeiro protótipo de sistema de telemetria e software para o monitoramento do consumo de água. O sistema foi implantado em fase de testes no IPEN para o monitoramento de cinco hidrômetros distribuídos pelo instituto.

2008

Inicia o desenvolvimento tecnológico de produtos para a automação de sistemas de produção, reservação e distribuição de água para concessionárias de água.

2008-2009

Realiza a automação dos sistemas de produção, reservação e distribuição de água para as concessões da CAB Ambiental nas cidades de Mirassol e Palestina, SP.

Setembro de 2009

Gradua-se no CIETEC e monta a sua primeira sede no bairro de Pinheiros, em São Paulo, SP.

2009-2010

Realiza o diagnóstico dos usos da água para sete shopping centers do grupo Sonae Sierra.

2010

Realiza seus primeiros projetos de estações de tratamento e reúso de esgoto para duas unidades da Universidade Anhanguera localizadas em Porto Alegre e Pelotas, RS.

Final de 2010

Participa e é vencedora do New Ventures Brazil (NVB), fórum de empresas sustentáveis promovido pelo Centro de Estudos em Sustentabilidade da Fundação Getúlio Vargas (CesGV) em parceria com o World Resources Institute (WRI).

2010-2011

Realiza, para a Universidade Federal do ABC (UFABC), seu maior projeto de sistema de aproveitamento de água de chuva até então, com área total de captação de 11.525 m² e volume total de reservação de 309.000 litros.

2012

Realiza o seu primeiro projeto de infraestrutura urbana: redes de distribuição de água, de coleta de esgoto e de drenagem superficial para o condomínio horizontal “Alphasítio”, localizado em Barueri, SP. Realiza projetos hidráulicos para 7 estações da linha 17 – Ouro do metrô de São Paulo.

Abril de 2013

Necessitando de uma sede maior, a Sharewater muda-se para o seu endereço atual, também situado no bairro de Pinheiros, em São Paulo, SP.

2013-2014

Realiza, para o Porto de Santos (CODESP), seu maior projeto de infraestrutura urbana até então, participando do grupo de projetistas da passagem subterrânea da Avenida Perimetral de Santos, SP, cujo escopo envolveu o projeto de adequação das redes de drenagem e de esgoto da região e, para a própria passagem, sistema de drenagem, sistema de detecção e alarme contra incêndios, sistema de combate a incêndios, projeto hidráulico predial da central de controle e operações, sistema de aproveitamento de água de chuva e sistema de irrigação automática para o seu entorno.

2014

Realiza, para um novo empreendimento da construtora Esser, seu primeiro projeto de estação de tratamento e reúso de águas cinzas.

A partir do desenvolvimento de tecnologia própria, implanta um sistema de monitoramento automático e remoto do consumo de água do Shopping Plaza Sul, em São Paulo, SP.

2014-2015

Realiza, em parceria com a B&B Engenharia, seu maior projeto de saneamento até o momento: simulação hidráulica computacional e projeto de troca, reabilitação e expansão de uma rede com mais de 1.000 km de tubulações, visando o controle de perdas para uma grande companhia de saneamento.

2015

Realiza a elaboração do projeto pré-executivo dos sistemas de tratamento de água de escoamento superficial de 11 painéis de lavra de argila, no interior de São Paulo.

Aumenta sua atuação na área de ofertas alternativas de água, realizando vinte projetos de aproveitamento de água de chuva, de tratamento e reúso de águas cinzas e de tratamento e reúso de esgoto. Destes projetos destaca-se aquele para uma nova planta industrial da Sibelco, cuja implantação foi gerenciada pela Promon, onde toda a estação de tratamento e reúso de esgoto da obra foi projetada e executada em apenas 45 dias pela Sharewater, que foi responsável também pela sua operação.

Passa a oferecer um novo modelo de contratação para ofertas alternativas de água, o B.O.T. (build, operate and transfer, ou seja, execução, operação e transferência da tecnologia ao final do contrato). Fecha seus dois primeiros contratos neste novo modelo de contratação, com horizonte de dez anos, para tratamento e reúso de esgoto: dois shopping centers de grande porte, um no Rio de Janeiro e outro em Goiânia.

2016

A Sharewater finaliza a elaboração do projeto executivo do sistema de tratamento de esgoto sanitário do Shopping Metropolitano Barra, no Rio de Janeiro, e realiza a montagem da estação.

Em novembro desse ano, a Sharewater inicia o fornecimento de água não potável tratada para o consumo interno do shopping.

Na área de infraestrutura, a Sharewater realiza diversos projetos executivos e de consultoria em drenagem superficial em condomínios residenciais, unidades industriais e terminais portuários.

Abre sua primeira filial na cidade do Rio de Janeiro, RJ.

2017

A Sharewater inicia uma série de consultorias para a Rossi, a fim de avaliar os projetos dos sistemas de tratamento de esgoto sanitário de diversos empreendimentos e realizar o acompanhamento do processo de indeferimento dos mesmos junto à CETESB.

Dá início à mais um projeto de monitoramento e automação do consumo hídrico da estação Butantã de metrô, localizada na zona oeste de São Paulo, para a ViaQuatro, consórcio responsável pela administração da Linha 4-Amarela.

Também dentro dos projetos de conservação de água, a Sharewater inicia mais um sistema de monitoramento e automação do consumo de água em shopping-center da região Norte do país.

A Sharewater ainda realiza um projeto de um sistema de tratamento de água de escoamento superficial do painel de exploração de argila na Fazenda Santa Lúcia, para a Usina São Martinho, em Rio Claro (SP).

Inicia o projeto executivo de tratamento de esgoto sanitário de uma unidade educacional no Maranhão.

A partir de uma consultoria fornecida pela empresa Neotex para um dos projetos da Sharewater, estabeleceu-se uma parceria entre as duas empresas, gerando oportunidades em novos ramos de atuação.

2018

Inicia o ano com a operação de um sistema de tratamento e reúso de água cinza de um empreendimento comercial em São Paulo e fecha diversos projetos de sistemas de aproveitamento de água de chuva em empreendimentos residenciais e comerciais de grande porte.

Abre sua segunda filial, em Belém, PA.

A Sharewater amplia sua atuação na área de projetos sanitários, elaborando, em parceria com a Neotex, a concepção de um sistema de tratamento de chorume de um aterro sanitário pertencente à Solvi, em Marituba, no Pará. A partir da concepção, a Sharewater realiza o projeto executivo, implementa o sistema e inicia a operação do seu primeiro sistema de tratamento completo de chorume.

Dá início ao projeto executivo de sistema de tratamento de efluentes industriais em uma unidade da Raymundo da Fonte, em Pernambuco.

Também em parceria com a Neotex, a Sharewater dá início ao fornecimento de um novo serviço: disposição do lodo biológico proveniente de estações de tratamento de efluentes têxteis e sanitários, para posterior secagem e transformação em biomassa, que servirá de combustível para caldeiras de outros clientes no estado de São Paulo e Pernambuco.