Gestão e controle de perdas em redes e projetos de infraestrutura
Gestão de redes de abastecimento de água

Os quadros de stress hídrico e os riscos de desabastecimento obrigam as empresas de serviços públicos de água e esgoto a melhorar continuamente a sua operação. No Brasil, o índice de perdas em redes de abastecimento é bastante elevado, sendo estimado em 37% (SNIS, Sistema Nacional de Informações sobe Saneamento, 2013). A modernização dos sistemas de gestão e operação de redes de abastecimento proporcionam tanto a diminuição destas perdas quanto o aumento da qualidade dos serviços prestados e a diminuição de custos operacionais. Conheça os diversos serviços prestados pela Sharewater para a gestão e o controle de perdas em redes e como eles podem ser integrados.

Setorização e controle de perdas em redes de abastecimento de água

A Sharewater desenvolve projetos de setorização e de controle de perdas para redes de qualquer porte. A setorização de uma rede de distribuição consiste na sua separação em distritos de medição e controle (DMCs), o que permite a análise, gestão e manutenção da rede de forma localizada, evitando-se que manobras e intervenções afetem a rede como um todo. Cada distrito pode receber sistemas de medição de vazão e pressão, que permitem o controle sobre a quantidade de água distribuída e a estimativa das perdas por vazamentos, e sistemas de controle de pressão (como válvulas reguladoras de pressão, válvulas redutoras de pressão e pressurizadores), que permitem tanto que se evite pressões muito baixas, que prejudicam o abastecimento da população, quanto pressões muito altas, que maximizam as perdas em vazamentos existentes e aceleram a deterioração dos equipamentos e tubulações, aumentando a ocorrência de novos vazamentos.

Simulação hidráulica computacional

A simulação hidráulica computacional consiste em uma das mais modernas tecnologias para a operação e planejamento de redes de distribuição, permitindo avaliar a distribuição de suas pressões, predizer os impactos de manutenções e intervenções diversas e estimar as perdas por vazamentos, entre outros benefícios. Auxilia também no planejamento de expansões futuras, através da simulação dos mais diversos cenários de implantação de novas redes e de modificações nos perfis de ocupação populacional e índices de consumo e perdas.

Os softwares de simulação podem também ser integrados a sistemas de georreferenciamento e a sistemas de monitoramento e automação, o que permite uma melhoria significativa na precisão do modelo e, consequentemente, dos seus resultados hidráulicos.

A Sharewater desenvolve modelos hidráulicos para redes de qualquer porte, trabalhando também na sua integração com sistemas de gestão, georreferenciamento e automação existentes.

Monitoramento e automação de sistemas de produção, armazenamento e distribuição de água

O monitoramento e a automação dos sistemas de produção e armazenamento de água proporcionam a manutenção da qualidade da água produzida e o monitoramento da sua quantidade, o controle dos níveis dos reservatórios (evitando-se perdas por extravasamento) e o monitoramento do funcionamento dos mais diversos equipamentos, permitindo a sua manutenção preditiva, entre outros benefícios. Assim, garante alta qualidade e redução nos custos de operação destes sistemas.

Para redes de distribuição, o monitoramento e a automação são grandes aliados da setorização e do controle de perdas, permitindo, de forma remota, o monitoramento da quantidade de água distribuída e a detecção de vazamentos e o monitoramento e controle das pressões na rede.

A Sharewater desenvolve projetos completos de sistemas de monitoramento e automação, utilizando inclusive tecnologia própria. Estes projetos abrangem desde a vistoria e o diagnóstico dos sistemas existentes até o projeto de novos sistemas, incluindo a seleção e dimensionamento de todos os equipamentos necessários (como sensores, atuadores e sistemas de comunicação) e a implantação de sistemas supervisórios (softwares do tipo SCADA).

Projetos de infraestrutura

A Sharewater realiza projetos hidráulicos de redes de água, esgoto e drenagem superficial para grandes empreendimentos (loteamentos, portos e aeroportos, entre outros) e para redes públicas. Seus projetos são executados respeitando-se todas as normas e regulações vigentes, tanto da ABNT quanto aquelas específicas das empresas de saneamento. São também utilizadas as mais modernas ferramentas tanto de simulação hidráulica, o que confere grande segurança no dimensionamento das redes, quanto de modelagem em 3D, aumentando a qualidade global do projeto.